Revista Acontece Sul

Cortinas e Persianas

em Arquitetura - quarta, 12 de setembro de 2012

Quando o arquiteto desenvolve um projeto de interior, o espaço é pensado como um todo, o ambiente é concebido desde o layout até a definição dos objetos decorativos e obras de arte, detalhamento do mobiliário, iluminação, revestimentos e tonalidades de paredes, e neste contexto, ganha destaque a definição da decoração de janelas.
As cortinas e persianas são encontradas em diversas formas e funções e oferecem praticidade, conforto e design, além de serem importantes aliadas estéticas ao projeto. Elas filtram, ou mesmo bloqueiam a iluminação natural, podem ampliar a sensação de altura de um ambiente, introduzir texturas, sofisticação e estilo. Elas tanto podem integrar o interior com o exterior, como excluir um ao outro, proporcionando total privacidade ao ambiente. 
Para fazermos a indicação adequada, o importante é termos em mente qual é a intenção de projeto que desejamos propor.  São as janelas ou é a vista que exige a nossa atenção? A idéia é ocultar a esquadria ou evidenciá-la? Queremos a transparência ou necessitamos de um bloqueio total de luz para o ambiente? É este tipo de questão que temos que colocar ao especificar a persiana adequada ao ambiente.
As persianas produzidas em alumínio, madeira, fibras naturais e poliéster, possibilitam privacidade, transparência e proteção contra os raios solares em um único produto e acabam sendo muito utilizadas em ambientes comerciais e residenciais, onde exigem versatilidade e beleza com fácil manutenção. 
Em salas de estar, jantar e gabinetes, gomos maiores ou lâminas mais espaçadas, trazem a sensação de amplitude e valorizam o exterior. Já para os dormitórios, home theaters e mesmo salas de conferência, podem ser especificadas as persianas blackout, que proporcionam o bloqueio total de luz ao ambiente.
Geralmente em obras comerciais são utilizadas as telas solares pela eficiência energética e conforto visual. Possuem visual clean e contemporâneo, protegem os móveis e o piso da incidência solar e são super práticas quanto a sua conservação. Também são bastante indicadas para áreas úmidas, como cozinhas, áreas de serviço e banheiros, onde se exige fácil manutenção e eficiência na limpeza.
Em todos os modelos, encontramos uma diversidade de acionamentos, tanto manuais como motorizados. Hoje, com um custo já mais baixo de mercado, a motorização vem ganhando espaço por trazer conforto e facilidade na hora do acionamento, além de aumentar a vida útil do produto, por ser recolhido da forma correta. Além disto, como complementos decorativos são utilizadas as laterais em tecidos como o linho, o algodão e a seda, que são mais delicados e sensíveis as alterações climáticas e a incidência dos raios solares, mas proporcionam elegância e requinte ao ambiente.
Enfim, as cortinas e persianas seguem contemporâneas, incorporando tecnologia e atendendo as necessidades de proteção, funcionalidade e estética. Um profissional da área de arquitetura poderá auxiliar você nesta indicação.
 

Comentários