Revista Acontece Sul

Arquitetura - Hotel Grua

Por Arquitetura - Thaïs Geremia em Arquitetura - sexta, 10 de abril de 2015


Em um dos antigos estaleiros na periferia de Amsterdam surge este inusitado hotel, um verdadeiro capricho para turistas excêntricos e endinheirados.

Acessar uma vista panorâmica é cada vez mais complicado nesses tempos de saturação em todos os níveis. Mas levando o assunto ao plano turístico, cada vez há mais hotéis que apostam por oferecer extravagâncias a seus clientes. Na selva turística de Amsterdam levantou-se um estabelecimento quase pindurado no céu. 

O Faralda Crane Hotel, assim chamado, está instalado em uma antiga grua portuária. Dispõe de três suítes com espetaculares vistas para a cidade e com nomes emblemáticos: “Free Spirit” (espírito livre), “Secret” (secreto) e “Místique” (mística). Os três apartamentos, precificados entre 400 e 500 Euros por noite, se encontram a 50m de altura sobre o estaleiro NDSM.

 O contexto não pode ser mais eloquente: um cenário quase pós-nuclear já que o estaleiro foi construído em 1946 e deixou de funcionar em 1978. Devido à carência de demanda por barcos na Europa durante os anos 60 e a concentração dos estaleiros neerlandeses, o Estado assumiu a administração do NDSN, até o seu completo encerramento há 26 anos. 

Atualmente apenas parte do estaleiro é usada por uma empresa que se dedica a reparação de navios; o resto são instalações de diversas naturezas, como os estúdios da MTV Europa, museus, galerias e oficinas para novos artistas, pistas de skate..., entre barcos abandonados e pintados com grafites ergue-se este novo hotel perfeitamente integrado com seu entorno.

0s três apartamentos do hotel-grua contam com ar condicionado, zona de estar, quarto de banho com banheira e, ainda, uma “Jacuzzi” na parte mais alta da “La Grua 13”. O todo compõe um ícone de uma época longínqua: aquela que a Europa construía transatlânticos. 

Um Elevador panorâmico ajuda na funcionalidade do estabelecimento, o mais luxuoso de uma zona industrial colonizada por artistas. A suíte “Secret”, de ambientação oriental, está a quarenta metros de altura. Nela é possível tomar o café da manhã com champanhe, enquanto se desfruta das vistas ao rio IJ.

 

Comentários