Revista Acontece Sul

BRILHANDO NO DESERTO

Por Arquitetura - Thaïs Geremia em Arquitetura - sexta, 22 de dezembro de 2017

Muitas vezes pensamos que um projeto e/ou uma ideia não realizada está perdida, não é mesmo?

Pois o ocorrido no Parque Nacional de Joshua Tree*, região desértica da Califórnia, Estados Unidos, prova exatamente o contrário . O caso é interessante...

Proprietário de uma área de 36 hectares em Joshua Tree, Chris Hanley, produtor de filmes de Los Angeles, convidou alguns amigos para uma visita a seu terreno, buscando sugestões para a construção de uma residência. No local, após alguns debates, um dos amigos comentou: Sabe o que ficaria maravilhoso aqui?... e abrindo seu laptop mostrou um projeto de um prédio de escritórios que utilizava containers marítimos como método construtivo. Para a surpresa geral o projeto mostrado, e que não havia sido construído, fora idealizado por um dos presentes, o arquiteto James Whitaker, proprietário do escritório londrino Whitaker Studio. Desta forma, com o consenso de todos e as devidas adequações, o conceito foi transposto ao terreno de Chris Hanley, no deserto. Nascia assim a Joshua Tree Residence, de autoria do Whitaker Studio.

A residência de 200,00m2, distribuída em uma gama de containers marítimos, possui três suítes, cozinha, sala de estar e jantar. Cada container é utilizado e orientado buscando otimizar as vistas, fornecer luz natural e gerar privacidade aos ambientes. Nos fundos do projeto dois containers permitem a formação de um deck de madeira com banheira de hidromassagem com direito a usufruir da paisagem. As fachadas e as áreas internas são todas em pintura branca buscando refletir o calor e a radiação solar do deserto. Uma garagem separada do conjunto, coberta por painéis solares, é encarregada de fornecer energia ao conjunto. Os ambientes são decorados com peças do arquiteto e designer Ron Arad.

O projeto, em fase final dentro do escritório londrino, tem o inicio de sua construção previsto para 2018.

Comentários