Revista Acontece Sul

Qual a máscara facial certa?

Por Beleza - Mirtes Rodrigues em Beleza & Saúde - segunda, 13 de agosto de 2012

Com o passar dos anos as marcas vão aparecendo na pele, afinal, atire a primeira pedra aquele que não tiver nenhuma linha de expressão, olheira ou mancha na face. A boa notícia é que suavizá-las ou mesmo eliminá-las está cada vez mais fácil.
As máscaras faciais são uma boa opção para acabar com as imperfeições e ganhar uma aparência nova. Para cada tipo de pele existem ativos mais adequados que, quando combinados da maneira certa, podem clarear olheiras, suavizar manchas, combater o aparecimento das rugas e mesmo deixar o rosto mais viçoso e com elasticidade.
É importante consultar um profissional especializado para o tratamento, pois se a fórmula da máscara não for adequada às suas características, você pode acabar conquistando o efeito oposto ao desejado. É necessário, também, avaliar o tipo de pele, a idade e as elergias que o paciente possui antes de definir o procedimento.
As máscaras aplicadas em clínicas de estéticas possuem uma alta concentração  de princípios ativos, os quais seus efeitos são potencializados rapidamente. Dependendo do procedimento escolhido, apenas uma aplicação já é eficaz, mas algumas peles precisam de mais sessões para a solução do problema.
É possível recorrer às máscaras para rejuvenescer, clarear, revitalizar e controlar a oleosidade da face ou ainda hidratar, isso porque sua fórmula possui partículas mínimas que podem transportar os ativos até as camadas mais profundas do rosto.
Com a ajuda de um profissional, você poderá decidir qual o tipo de tratamento mais eficaz para a sua situação. Afinal, qual a máscara certa que devo usar diante de tantas opções que o mercado oferece? É importante ressaltar que a aplicação da máscara traz benefícios mais rápidos, mas, não elimina a necessidade do tratamento diário da pele com produtos adequados.

Comentários