Revista Acontece Sul

Corolla 2011 tem Novo Motor

Por Editor Chefe e produtor do Caderno Carros & Cia - Paulo Rodrigues em Carros & Cia - quarta, 07 de abril de 2010

Por Marcelo Rodrigues
O Corolla 2011 2.0 16V Dual VVT-i Flex – com novo motor da família ZR, exclusivamente desenvolvido para o mercado brasileiro, é a novidade da Toyota.
Além da introdução do propulsor de dois litros, a Toyota também promoveu alterações na linha Corolla 2011 como um todo, que, a partir de agora, se apresenta da seguinte forma: o modelo topo de linha SE-G passa a se chamar Corolla Altis e vem equipado exclusivamente com o novo motor 2.0 litros e com uma nova transmissão automática de quatro velocidades. O Corolla XEi também estará disponível com os novos motor e o câmbio. A versão GLi continua a oferecer o motor 1.8 16V VVT-i Flex, disponível nas transmissões automática de quatro velocidades e manual de cinco velocidades. O mesmo vale para a versão de entrada XLi. Já a versão XLi 1.6 16V VVT-i será descontinuada.
Nova Motorização
A grande novidade na linha Corolla é o motor 2.0 litros 16V Dual VVT-i Flex. Trata-se de uma nova família de motores, denominada ZR (os motores 1.8 16V VVT-i Flex pertencem à família ZZ). De construção leve e compacta e com alta rigidez, esse propulsor tem um desenho totalmente novo e adota bloco e cárter de alumínio. A potência máxima é de 153 cv, com álcool, e de 142 cv com gasolina.
O grande diferencial desse novo motor da família ZR, no entanto, é a adoção do duplo comando de válvulas variável (Dual VVT-i), inédita em um automóvel nacional. A diferença do Dual VVT-i para o VVT-i empregado no motor 1.8 litro do Corolla é que o comando variável de abertura de válvula se faz presente nas válvulas de admissão e escape da câmara de combustão, enquanto que no VVT-i apenas as válvulas de admissão têm funcionamento inteligente.
O carro é equipado com uma nova transmissão automática de quatro velocidades Shifttronic, com Super ECT (Eletronic Control Transmission) que tem novo desenho e nova construção, relação de marchas adequadas à motorização de dois litros Flex e opção de trocas sequenciais que podem ser feitas na alavanca de câmbio em posição “S” ou por meio de borboletas localizadas atrás do volante, proporcionando uma condução mais esportiva ao motorista.
 

Comentários