Revista Acontece Sul

Medalha 100 Anos de Cidade Homenageia Lideranças e Entidades

Por Editor Chefe e produtor do Caderno Carros & Cia - Paulo Rodrigues em Cidade - segunda, 05 de julho de 2010

A Prefeitura de Caxias do Sul promoveu solenidade de entrega da Medalha Comemorativa dos 100 Anos da Cidade – Caxias do Sul e 28ª Festa da Uva, cunhadas pela Casa da Moeda do Brasil, à lideranças e entidades da cidade, pelos relevantes e destacados serviços prestados. O evento aconteceu na Casa da Cultura Percy Vargas de Abreu e Lima. A homenagem integrou a programação do Calendário de Eventos Caxias 2010 e marca os 135 anos de Imigração Italiana, os 120 anos de Município, os 100 Anos de Cidade e o centenário da chegada do trem.
O Prefeito José Ivo Sartori entregou a Medalha às seguintes personalidades e representantes de entidades:
Alberto Arioli (ex-pracinha da FEB na 2ª Guerra Mundial), cartunista Carlos Eduardo Iotti (representado pela filha Camila de Lucena Iotti), Bispo Dom Paulo Moretto, Irmão Bonifácio, Reitor Isidoro Zorzi, Jornalista e Escritor Jimmy Rodrigues, Luiz Felipe Scolari (será entregue posteriormente), ex-prefeitos Mansueto de Castro Serafini Filho, Mário David Vanin e Gilberto Pepe Vargas (representado pela esposa Ana Corso), jornalista Mário Gardelin (representado pelo filho e esposa), ex-Primeira Dama do Estado Neda Ungaretti Triches (viúva do ex-prefeito e ex-governador do RS Euclides Triches), Senador Pedro Simon e a artista plástica Rita Brugger.
As entidades homenageadas com a Medalha dos 100 anos da cidade foram:
Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (representada pelo presidente Milton Corlatti), Sindicato dos Trabalhadores Rurais (representado pelo presidente Raimundo Bampi), União das Associações de Bairros de Caxias do Sul (representada pelo presidente Daltro da Rosa Maciel) e Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário (representado pelo presidente Antonio Olirio dos Santos Silva).
 
O senador Pedro Simon discursou em nome dos homenageados. Foi uma verdadeira aula sobre a história da cidade, relembrando fatos de sua infância, quando foi aluno do Colégio do Carmo e, outro homenageado, Irmão Bonifácio, seu professor. Simon buscou enaltecer a todos os homenageados, fazendo referências pessoais de cada um deles, comentando fatos acontecidos há muito tempo atrás, como quando citou o jornalista Jimmy Rodrigues, seu velho companheiro, que foram vereadores na mesma Legislatura, que tinha também como edil o Padre Eugênio Giordani, com quem Simon travou, segundo seu próprio depoimento, grandes debates.
Em uma parte de seu discurso, Simon afirmou que “é uma emoção estar aqui e falar em nome de pessoas tão importantes. Essa é a nossa grande Caxias. Uma cidade que escolheu celebrar seu centenário recordando seu passado, sua história e suas origens. Um município que foi eleito como Capital Brasileira da Cultura 2008 e ostenta conquistas como Cidade Livre do Analfabetismo, segundo pólo metal-mecânico do país, maior produtora de hortigranjeiros do Rio Grande do Sul e município onde os pobres são menos pobres. Muito obrigado Caxias! Cidade marcada pela seriedade, pela dignidade e pela honradez de sua gente”, disse o senador caxiense em parte de seu belíssimo pronunciamento, que emocionou muitas das pessoas presentes ao evento.
Sartori Enalteceu o Trabalho e Amor de Todos
Para o Prefeito, este evento foi uma forma singela, mas sincera, de agradecer o trabalho e o amor de todos aqueles que ajudaram a construir a história de Caxias. José Ivo Sartori ainda destacou que, ao fazer essa homenagem, o Município valoriza o conjunto da sociedade, contemplando a todos os que são representados pelos que receberam a medalha.“Hoje estamos destacando, por meio de vocês, trabalhadores, agricultores, empresários, lideranças políticas, religiosas e comunitárias, artistas, mulheres, educadores, empreendedores, enfim, pessoas que deram ou continuam dando uma inestimável contribuição para o desenvolvimento da nossa cidade. Nós temos sempre que valorizar e disseminar os bons exemplos, para que o bem prospere e a esperança renove nossas convicções permanentemente. Caxias é plural e se caracteriza pela diversidade. Hoje, a cidade é a soma da contribuição de cada povo. Caxias não distingue seus filhos natos de seus filhos adotivos. Parabéns a todos que escolheram essa terra para viver e ostentam, com orgulho, a condição de caxienses".
 
Show Artístico

O evento foi abrilhantado pelo Quarteto de Saxofones da Orquestra Municipal de Sopros de Caxias do Sul, que executou o Hino Nacional Brasileiro, e pelos músicos Juliano Britto, Geovana Sartori e Rodrigo Cattani. Também foi exibido o vídeo “Caxias do Sul - Uma Obra de Todos”, em homenagem ao centenário da cidade. O material foi produzido pela Secretaria da Cultura, por meio do Departamento de Memória e Patrimônio Cultural, contendo depoimentos de pessoas centenárias que contaram um pouco de suas histórias e vivências na cidade.
 
Medalha Comemorativa dos 100 Anos da Cidade - Caxias do Sul e 28ª Festa da Uva
Tem certificado e autenticidade. Foi cunhada pela Casa da Moeda do Brasil em número limitado, em ouro, prata e bronze, tendo sido os cunhos descaracterizados após a cunhagem da última medalha. Dentre 68 concorrentes, a proposta apresentada pela Prefeitura de Caxias do Sul, por meio da Secretaria da Cultura, de confecção desta medalha, foi contemplada entre as 10, ficando como a segunda mais votada. Ao todo foram 20 votos, sendo que a medalha para a Festa da Uva 2010, que tem como tema “Nos trilhos da história, a estação da colheita”, ficou em segundo lugar com 19 indicações, perdendo apenas para os 200 anos de Fundação da Biblioteca Nacional. Todos os agraciados receberam a Medalha com o respectivo Certificado de Autenticidade.
 

Comentários