Revista Acontece Sul

100 anos de amor e dedicação à vida

Por Editor Chefe e produtor do Caderno Carros & Cia - Paulo Rodrigues em Cidade - quinta, 08 de agosto de 2013


Há um século, o trabalho incansável de um grupo de senhoras deu início a uma história de amor e dedicação à vida. Após a construção do altar-mor da Igreja Matriz de Santa Tereza, as damas do Pio Sodalício direcionaram seus esforços para a criação de um hospital.
Um século depois, a iniciativa desse grupo de senhoras mostra-se de fundamental importância: o Hospital Pompéia é referência para urgência/emergência e alta complexidade para 1 milhão de pessoas, atendendo a todas as especialidades. São 301 leitos, distribuídos em 11 unidades de internação; 60% deles destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS).
HISTÓRIA
A Associação Damas de Caridade foi constituída em 12 de agosto de 1913. Em abril de 1919, o grupo adquire os imóveis na Avenida Júlio de Castilhos, e pouco mais de um ano depois, em 24 de junho de 1920, o Hospital Nossa Senhora de Pompéia era solenemente inaugurado, sendo o primeiro hospital da região a atender gratuitamente indigentes e pessoas carentes. Acompanhando o crescimento da cidade, em 25 de dezembro e 1940 era inaugurada a construção do novo prédio, o atual bloco central.
SÉCULO DEPOIS
Instalado no coração de Caxias do Sul, o Hospital Pompéia pulsa no ritmo da cidade. São 1,2 mil funcionários e 400 médicos que se dedicam integralmente à assistência dos pacientes, sendo responsáveis por 180 mil atendimentos ambulatoriais e 15 mil internações por ano.
O Pompéia atende todas especialidades clínicas e cirúrgicas, dispondo de recursos físicos e humanos para urgência/emergência, ambulatório, UTIs, centro cirúrgico, obstetrícia e unidades de internação. Núcleos de saúde, como o Instituto de Nefrologia (INNEFRO) e Instituto do Câncer (INCAN), são referências no atendimento aos pacientes e, principalmente, no trabalho de prevenção a doenças renais crônicas e ao câncer.
Acompanhando o crescimento da cidade e atento às necessidades da população, o Hospital Pompéia registra importantes avanços na sua estrutura física. Em fevereiro de 2012, o hospital inaugurou uma nova Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com 10 leitos destinados ao atendimento de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Também em 2012, no mês de setembro, o Pompéia entregou para a comunidade a sua nova Unidade de Internação Oncológica (Setor 800), com uma moderníssima infraestrutura planejada para o conforto e comodidade aos pacientes.
A mesma estrutura do Setor 800 será construída no Setor 320, uma das unidades de internação do SUS do hospital. O Setor 320 conta com 10 quartos e 29 leitos. A obra está sendo executada com recursos do Projeto Amigos do Pompéia e será inaugurada no dia 12 de agosto.
 
CONHEÇA MAIS SOBRE O FUNCIONAMENTO DA INSTITUIÇÃO:
DIAGNÓSTICOS - O Hospital Pompéia conta com um dos mais modernos centros de diagnósticos do país, equipado com Laboratório de Análises Clínicas, Tomografia com 64 Canais, Ecografia, Mamografia, Raio X, Ressonância Magnética 16 Canais e o PET/CT, o mais avançado aparelho para diagnóstico por imagem da medicina atual.
O PET apresenta uma tomografia computadorizada acoplada ao PT scan. Dessa forma, o aparelho oferece duas modalidades de imagens bem estabelecidas em um só exame e um diagnóstico preciso de câncer.
Em junho, ao inaugurar o Instituto de Cardiologia, o Hospital Pompéia também entregou para a comunidade o Angix III FD, utilizado para a realização de exames dos vasos sanguíneos. O equipamento conta com tecnologia que proporciona maior definição de imagem, permitindo a visualização dos menores vasos e de mais estruturas anatômicas.

DOAÇÃO DE ÓRGÃOS - O Pompéia é referência na captação de órgãos e tecidos no RS, sediando a Organização à Procura de Órgãos 3 (OPO 3). A OPO tem a responsabilidade de identificar potenciais doadores de órgãos no hospital e na região, amenizando a lista de espera por doações no Rio Grande do Sul.
Anualmente, o hospital se engaja à Semana Nacional de Doação, promovendo uma série de atividades buscando sensibilizar a comunidade para importância da doação.
HOSPITAL VERDE - No ano de seu centenário, o Pompéia se consolidou como um Hospital Verde, ao iniciar o tratamento do esgoto em uma Estação de Tratamento de Efluentes (ETE) própria. O HP é o único hospital do Brasil com uma estação de tratamento instalada no subsolo.
A ETE do Hospital Pompéia é composta por cinco tanques, responsáveis pelo tratamento de cerca de 240m3 de esgoto gerados diariamente pela instituição. O sistema atinge índices entre 80% e 95% de remoção de matéria orgânica, evitando impactos no meio ambiente.
HUMANIZAÇÃO - Todo o trabalho desenvolvido pela instituição tem como premissa o atendimento humanizado, com foco nos pacientes e nos cuidadores, visando a promover o ser humano como o valor fundamental do hospital. Para isso, o Pompéia conta com um Grupo de Humanização, formado por funcionários que se reúnem periodicamente. O grupo é responsável por ações voltadas ao cuidado com o cuidador, como suporte psicológico, programas de acolhimento ao luto, palestras nos setores e atividades relaxantes, como aulas de dança e de ginástica.
 ENSINO E PESQUISA - O Pompéia é referência nas áreas de ensino e pesquisa, sendo, desde 2007, certificado como hospital de ensino pelos ministérios da Educação e da Saúde. O Pompéia serve como campo para a prática de atividades curriculares na área da saúde, por meio de convênios firmados com diversas instituições de ensino. O Programa de Residência Médica disponibiliza vagas em diversas especialidades e o hospital acolhe acadêmicos de diferentes áreas da saúde, como medicina, enfermagem, psicologia, nutrição, fisioterapia e farmácia.
Além disso, o hospital conta com uma Escola de Educação Profissional em Saúde, que oferece cursos técnicos em Enfermagem e Nutrição e Dietética, suprindo suas próprias necessidades profissionais e de outros hospitais da região.
VOLUNTARIADO - Assíduas na sua tarefa de servir, as Damas do Pio Sodalício mantêm o seu ideal de solidariedade vivo no Hospital Pompéia. Atualmente, o grupo é formado por 27 senhoras que se dividem na execução de diversos trabalhos que envolvem os pacientes e funcionários.
Elas são responsáveis pela confecção de cerca de mil peças de roupas por mês, doa­das aos recém-nascidos carentes, além da doação de material de higiene, fraldas infantis e geriátricas para as pessoas mais carentes atendidas no Pompéia.
Os funcionários também recebem carinho e atenção das damas. Todos os meses, elas organizam uma Feira de Roupas e Calçados para eles, com a comercialização de itens a preços promocionais. Além disso, cada dama é madrinha de um setor do hospital e realiza atividades especiais com os funcionários periodicamente. A presidente do Pio Sodalício, Maria Tereza Spalding Verdi, não sabe dizer quantas pessoas são beneficiadas pelo trabalho das damas, mas tem consciência da diferença que faz no dia a dia do hospital. “Nossa satisfação é andar pelos corredores e sermos reconhecidas pelas pessoas. O Pio realiza atividades há 100 anos ininterruptamente, não sei como seria sem esse trabalho.”

NOVAS CORES PARA O CENTENÁRIO -  Em abril, o Hospital Pompéia começou a ganhar novas cores em sua fachada. A pintura faz parte do projeto Tudo de cor para você, iniciativa socioambiental da Tintas Coral, parceira do projeto Amigos do Pompéia. As primeiras pinceladas foram dadas pelo técnico da Seleção Brasileira de Futebol, Luiz Felipe Scolari, amigo do Pompéia e padrinho do Tudo de cor para você.
Para renovar os 12.437m2 de fachadas do hospital serão utilizados mais de 5,5 mil litros da tinta Coral Decora Cores, nas tonalidades cinza arame, pena prateada e branco gelo. A pintura deve estar concluída para celebrações dos 100 anos.
AMIGOS DO POMPÉIA: HOSPITAL E COMUNIDADE UNIDOS PELA VIDA - Essa estrutura não seria possível sem o apoio dos amigos. Desde 2001, inúmeras empresas e pessoas contribuem para melhorias na infraestrutura e nos serviços oferecidos pelo HP para a comunidade, por meio do Projeto Amigos do Pompéia. A iniciativa já arrecadou R$ 4,24 milhões, aplicados em obras que beneficiaram aproximadamente dois milhões de pacientes.
Desde o início, o projeto contou também com o apoio do técnico de futebol Luiz Felipe Scolari, que passou a ser garoto-propaganda do projeto e um dos maiores incentivadores da ação.
No momento em que o Hospital Pompéia prepara a celebração de seu centenário, o Amigos do Pompéia entra em uma nova etapa para captar recursos para a reforma das unidades de internação do SUS, os setores 320, 340 e 360. As três alas abrangem uma área total de 1.407m2, com 65 leitos.
As doações para o Amigos do Pompéia podem ser feitas por meio de recursos financeiros ou de materiais. Os interessados em participar podem entrar em contato com a Coordenação Executiva do projeto, pelo telefone (54) 3220 8012 ou pelo e-mail walter@pompeia.org.br.
HOSPITAL POMPÉIA
301 leitos, sendo 60% para atendimento ao SUS
3 UTIs com 29 leitos
de 160 a 180 nascimentos por mês
1200 funcionários
400 médicos
440 técnicos em enfermagem
107 enfermeiros
180 mil atendimentos ambulatoriais por ano
15 mil internações por ano
Saiba mais sobre o Hospital Pompéia no site www.pompeia.org.br

Comentários