Revista Acontece Sul

Las Vegas

em Diversos - segunda, 10 de maro de 2014


Localizada no meio do nada, no deserto de Clark County, no Estado de Nevada, Las Vegas gosta de tomar para si o título de "Capital Mundial do Entretenimento". Pretensões à parte, o rótulo não é à toa: diversão é o que não falta para quem passa por lá. Famosa por seus luxuosos cassinos e hotéis, a cidade possui várias opções de entretenimento a preços acessíveis para seus visitantes - tudo isso sem contar a possibilidade de se tirar a sorte grande e voltar para casa com dinheiro extra (ou falido, caso não tome cuidado).

Logo na chegada já se percebe que Las Vegas não é uma cidade como as outras. As salas de embarque e desembarque do McCarran International Airport, por exemplo, possuem as célebres máquinas de caça-níquel para os passageiros que aguardam seus voos.

É na Vegas Boulevard, principal avenida da cidade, conhecida como "The Strip", que se concentra toda a diversão: é lá que estão instalados todos os grandes hotéis e cassinos. É onde a noite verdadeiramente acontece.

 

O Paraiso da Jogatina

 

Se você não consegue diferenciar fichas de dados, não sabe quando blefar ou desistir, e acha que bacará era uma dança popular da era disco da década de 1970, não se preocupe: você não está sozinho. Muitos visitantes chegam a Vegas sem nunca ter feito nenhuma aposta, com uma vaga idéia de como se comportar em um cassino. Muitos magnatas donos de cassino perceberam que uma grande quantidade de turistas possui pouca ou nenhuma experiência na jogatina.

Então, para fazer com que seus hóspedes se sentissem em casa, passaram a oferecer aulas gratuitas, a fim de que você esteja bem preparado para gastar todo seu dinheiro nas mesas da cidade. Essa programação, que dura uma manhã, ensina como jogar três dos jogos mais populares de Vegas. Mas é bom que você saiba que as datas e os horários das aulas estão sujeitos a mudança; é sempre bom ligar para confirmar antes de fazer uma viagem como essa. Las Vegas é, e sempre foi, uma cidade construída à base do risco.

 

 

Comentários