Revista Acontece Sul

TECNOLOGIA

Por Tecnologia - Marcos Eduardo Hendler Gava em Diversos - quarta, 01 de julho de 2015


Falha no app de e-mails do iOS entrega a sua senha

Uma falha identificada pelo pesquisador Jan Soucek pode dar muita dor de cabeça aos usuários do iOS (iphone, ipad). De acordo com o pesquisador, uma brecha no software permite que um hacker crie um pop-up falso no sistema, solicitando o usuário e senha da conta de e-mail do usuário e este tende a fornecer os dados uma vez que este poup-up (janela) é idêntico aos do iOS.

O funcionamento é bem simples e não é preciso muito conhecimento técnico para explorar a brecha. O hacker envia um e-mail ao usuário com um código malicioso e este faz com que automaticamente abra uma janela solicitando os dados do usuário. Esta janela na realidade é um coletor de informações que funciona em um servidor na nuvem que armazena as informações enviadas pelo usuário. 

A falha foi comunicada a Apple ainda no mês de janeiro e a empresa não se pronunciou a respeito e nem liberou uma correção para a mesma. Portanto, ao receber seus e-mails e abrir uma janela solicitando seu usuário e senha, não informe!

 

Wi-Fi que carrega baterias

 


Pesquisadores da Universidade de Washington desenvolveram uma tecnologia que irá revolucionar o mercado. Segundo os desenvolvedores, com uma modificação nos roteadores comuns, a tecnologia permite emitir um sinal constante de radiofrequência que é transformada em energia por um adaptador conectado ao gadget que necessita ser recarregado.

No futuro, os roteadores e os gadgets sairão de fábrica com tal funcionalidade e isso possibilitará que uma infinidade de equipamentos da chamada “internet das coisas” realmente ganhe vida, uma vez que acabará com a necessidade de fios tanto para a conexão à internet quanto para a energia.

 

Startup fecha parceria para criar “pele humana”


A startup Organovo é uma empresa especializada em bioimpressão 3D. Eles são capazes de reproduzir de forma automatizada a criação de tecidos replicando as funções biológicas do corpo humano, ou seja, eles “imprimem” peles em impressoras 3D. Essa tecnologia despertou o interesse da L’Oreal, empresa líder do setor de beleza e o resultado foi uma parceria entre as duas empresas para a criação da “pele humana” para a realização de testes de produto. O produto da Organovo deverá acelerar os processos da L’Oreal, garantindo mais precisão e qualidade dos seus produtos.

 



 

Comentários