Revista Acontece Sul

10a Bienal do Mercosul: mensagens de uma nova América

Por Arte - Silvana Boone em Diversos - quinta, 08 de outubro de 2015


No ano de 1997, o Rio Grande do Sul passou a integrar o calendário internacional de grandes exibições de arte contemporânea: é criada a primeira Bienal do Mercosul, em Porto Alegre. Com o intuito de aproximar o público gaúcho das manifestações de arte contemporânea latino-americana, essa Bienal ampliou o espaço expositivo da arte no Brasil nas duas últimas décadas e rompeu as fronteiras do país e do território geográfico do Mercosul, trazendo artistas e obras de diferentes países do continente americano e mesmo de outros continentes.

Passados vinte anos, a 10a Bienal do Mercosul traz o tema Mensagens de uma Nova América e, voltando-se à primeira edição, busca revisar e resgatar obras significativas de artistas advindos exclusivamente de países latino-americanos. A 10ª Bienal acontecerá de 23 de outubro a 6 de dezembro 2015, em Porto Alegre, nos seguintes locais: Casa de Cultura Mario Quintana, Centro Cultural CEEE Erico Verissimo, Instituto Ling, Memorial do Rio Grande do Sul, Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli - MARGS, Museu Júlio de Castilhos, Santander Cultural e Usina do Gasômetro.

A atual gestão da Fundação Bienal tem no comando  José Antonio Martins, que sob sua responsabilidade designou o curador–chefe, o historiador e crítico de arte Gaudêncio Fidelis, responsável pela equipe curatorial formada pelo curador-adjunto Márcio Tavares (Brasil) e os curadores-assistentes Ana Zavadil (Brasil), Fernando Davis (Argentina), Raphael Fonseca (Brasil), Ramón Castillo Inostroza (Chile) e o Curador do Programa Educativo, Cristián G. Gallegos (Chile).

Para antecipar alguns dos conceitos presentes nos múltiplos espaços que abrigarão o conjunto das obras, cabe algumas reflexões sobre o campo: a arte latino-americana traz características próprias que necessitam um espaço específico de discussão e exibição? Ainda é válido limitar fronteiras geográficas para o debate sobre a arte hoje? Quem delimita o quê no campo da arte? A 10a Bienal tem o intuito de retomar os aspectos da história da arte produzida na América Latina, fazendo um mapeamento de obras icônicas, entre as mais de 700 obras de 402 artistas de 21 países latino-americanos. Espera-se, entretanto, um amplo debate que possa romper as linhas geográficas e pensar a arte no território global e aguarda-se ansiosamente a abertura do evento para conferir qual será a mensagem dessa nova América.

Todos estão convidados a direcionar seus olhares para a arte contemporânea que se manifesta bem próximo daqui, em Porto Alegre. Visita imperdível para os amantes e estudiosos da arte; sugestão de um passeio provocativo aos que não têm medo de aventurar-se pelos territórios desconhecidos da arte contemporânea. E antes que alguém se manifeste, dizendo que não entende algumas obras, antecipo que como em todas as áreas, a arte exige conhecimento e estudo, não está dada. Abra os olhos e a mente para adentrar neste universo nada óbvio e cada vez menos contemplativo chamado arte contemporânea. Sucesso à 10a Bienal do Mercosul.

 

Acontece em Arte:

oExposição “Estudos”, de Beatriz Balen Susin. Curadoria de Silvana Boone. De 08 a 30 de outubro de 2015, na Galeria de Arte do Centro de Artes e Arquitetura – Campus 8 – UCS,  Avenida Frederico Segala, 3099 - Bairro Samuara (RS 122 Km 69), Caxias do Sul, RS

 

Comentários