Revista Acontece Sul

Orar e agradecer

Por Espiritualidade - Dejair Salvador em Diversos - quinta, 08 de outubro de 2015


“Quando uma pessoa tiver importância para você, você sempre dará um jeito de fazer o que ela realmente necessita.”

Como saber quando e quem está precisando de ajuda? Acontece que muitas vezes carregamos o fardo do outro.

Digo isso porque quase sempre é isso que pensamos ao ajudar as pessoas.

Em uma recente mensagem, postei no Face (onde diariamente escrevo): acordar com um bom dia e orar com mente positiva, praticar uma boa ação, nos deixa com espírito de compaixão, mas agir de acordo com a inspiração divina nos remete à paz.

Em muitos artigos da Seicho-No-Ie (filosofia que pratico desde 1992), constatamos que:

Analisando muitos casos, percebemos quão importante é orar pela felicidade, saúde e prosperidade dos outros, e quanto isso contribui para nossa própria felicidade. A qualquer hora do dia, sempre que tivermos tempo disponível, devemos orar e enviar vibrações mentais de amor e bênção aos outros. Com isso, estaremos praticando uma espécie de treinamento espiritual para purificar e aprimorar a nossa alma, além de propiciar paz e felicidade aos outros.

Encerraria este texto dizendo o que faço diariamente antes de qualquer atividade: O que faço para começar o dia é entregar-me sempre com oração a qual medito há mais de 20 anos. Se puder ser como sugestão, sempre leia algo positivo durante o dia, nem que seja uma página, e nunca vá deitar sem fazer uma avaliação de como foi seu dia, o que fez, quem ajudou e, ao findar, agradeça sempre o fato de você estar tendo a oportunidade de viver e evoluir neste mundo, como esta oração do mestre Massaharu Taniguchi, citada abaixo:

“O infinito amor de Deus flui para o meu interior e em mim resplandece a luz espiritual de amor. Esta luz se intensifica, cobre toda a face da Terra e preenche o coração de todas as pessoas com o espírito de Amor, Paz, Ordem e Convergência para o Centro.”

O modo de viver segundo o Princípio do Relógio de Sol consiste em envolver individualmente as pessoas para que levem a vida cotidiana registrando apenas as horas radiantes – ou seja, que se lembrem e falem somente de momentos alegres e felizes – e, ampliando esse modo de vida a grande número de pessoas, transformem a sociedade para o lado alegre e positivo, é o que desejo neste mês, após ver as flores radiantes.

“Quando fizer algo com o coração desprendido instala-se a paz.”

Muito obrigado.

 

Comentários