Revista Acontece Sul

ESPUMANTES UM BRINDE COM O SABOR DO BRASIL

em Diversos - segunda, 07 de dezembro de 2015

                                                                    Por Valquiria Vita e Marcelo Aramis

Eles são a atração das festas de fim de ano. Quase como elemento sagrado de um ritual, os espumantes celebram conquistas, vitórias e o otimismo pelo futuro ao estalar das taças. E todos bebem, nem que seja só um pouquinho, para sacramentar os desejos de saúde, paz, sucesso...

Para os brasileiros, há ainda mais motivos para comemorar ao apreciar a bebida. No mercado, a bandeira do Brasil faz muito mais sucesso nos rótulos de espumantes do que nos demais vinhos. Conforme o gerente de promoção do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Diego Bertolini, mesmo neste ano de crise, a comercialização do espumante cresceu 20%. Em 2015 foram comercializados mais de 9,5 milhões de litros da bebida.

Mas não é só em números comerciais que o espumante brasileiro surpreende. “O Brasil é reconhecido no mercado mundial como um dos principais players de produção”, afirma Bertolini ao citar que as marcas brasileiras de espumante ganham cada vez mais prêmios e reconhecimento no mundo do vinho. E completa: “O espumante é a ponta da flecha do setor vitivinícola brasileiro”.

Mais do que investir na produção de uvas que combinam com os terroirs das diferentes regiões do país, o Brasil também busca a consolidação da identidade dos seus espumantes. Hoje os produtores já reconhecem que as características de clima, solo, temperatura e relevo disponíveis são excelentes para a produção de uvas que darão origem a excelentes espumantes. “Hoje o setor vitivinícola já declara a sua vocação para o espumante”, comemora Bertolini.

Ainda predominantemente impulsionada pelas “boas festas”, o crescimento da venda de espumante é percebido além do mês de dezembro. “Hoje o espumante está presente em todas as festas, comemorações, casamentos. Mas também estamos desmitificando o espumante como bebida apenas de celebrações. Tem se tornado uma bebida habitual do cotidiano”, explica Bertolini.

A natureza sempre acerta. Propício para produção de espumantes, o terroir brasileiro também produz um sabor ideal – alegre, despretensioso, tropical – para o paladar dos nativos. “O nosso espumante é leve, fresco, frutado e tem uma acidez interessante: é a cara do brasileiro”, avalia Bertolini.

Abundantes, com alto padrão de qualidade, personalidade e preços competitivos. Mesmo que a crise aperte o orçamento das festas de final de ano, não haverá motivos para não brindar com espumantes nacionais. Aprecie com moderação, comemore em excesso!

Comentários