Revista Acontece Sul

Tiro no Pé

Por Opinião - Marcelo F. Rodrigues em Diversos - quinta, 20 de outubro de 2016

Confesso que meu excelentíssimo pai deu a sugestão do assunto que segue nessas mal traçadas linhas - como diria o poeta. Ele é bom nessas sugestões. E em mais umas outras duzentas coisas. Também não quero ser repetitivo. Tampouco chato para meus doze leitores. Afinal, já toquei nesse assunto por aqui. Em época de eleição (não sei o que aconteceu politicamente enquanto digitava isto) está na moda citar que fiz uma pesquisa e concluí que meus leitores aumentaram em 50%: tinha seis. Agora tenho 12.  Obrigado!!! 
Brincadeiras à parte, venho repetir minha total alegria e deslumbramento à vida. Ou melhor, às surpresas que a vida reserva para todos. Por vezes muito boas. Oras, nem tanto. E então chegamos ao encontro da cereja do bolo deste rascunho: como agir? Como equacionar? Como seguir a vida com harmonia e sensatez diante de tais situações que parecem quase desesperadoras? Não raras situações, confundimo-nos com seres preparados somente para o positivo. Vivendo súbita e aleatoriamente dentro de um livro eterno de autoajuda. Tanto que não precisamos ir longe.  Abra uma mídia social. É muita frase e postagem edificante e positiva. Depois, na vida real, fora do virtual, o “sujeito autor” faz tudo ao contrário. Um tiro no pé. Hipocrisia pura. Mas isto é outra história...
Quero me ater às desvirtudes do cotidiano que por vezes nos fazem chorar escondido. Arrancam uma lágrima solitária de desesperança. A aspereza da solidão do desconformismo. Dói.
Não tem receita. Mas tenho certeza que a vida supera qualquer dificuldade. A melhor ideia sempre é ficarmos perto de quem gostamos com toda a força e plenitude do amor. Um beijo. Um abraço. Um carinho. A fé. A eternização dos reais sentimentos por quem se ama supera qualquer dificuldade. Vale a pena sim...

Comentários