Revista Acontece Sul

Galeto Brasile

Por Editor Chefe e produtor do Caderno Carros & Cia - Paulo Rodrigues em Gastronomia - quinta, 11 de fevereiro de 2010

Uma longa e gostosa tradição da gastronomia da serra gaúcha: o nosso galeto, a massa, a polenta frita.
É voz corrente nacional e até internacionalmente essa qualidade gastronômica que temos e oferecemos, com muito gosto, a todos indistintamente. O caxiense adora. O rio-grandense também. O brasileiro em geral que aqui vem e prova, sai falando bem, se delicia. E até alguns estrangeiros que o provaram, obviamente saíram satisfeitos. Comem bem. Comem muito, até demais, segundo alguns depoimentos.
Essa tradição é mantida há mais de 35 anos. Quem sabe há exatos 37 anos? Na realidade pouco importa o tempo deste sucesso. Aliás, nem sempre foi assim. Lá no inicio da história de nossas galeterias, não foi fácil não. Foi duro demais, até o prato cair no gosto primeiro dos caxienses.
E por incrível que pareça, essa gente que implantou essa gastronomia veio de fora, de Ipê, quando ainda distrito de Antônio Prado. E nessa leva, um sobrenome sobressai: família Zanotto.
Brasil...Brasile
Um dos pontos onde esta tradição é mantida e foi aprimorada é o Galeto Brasile (Brasil em italiano), inspiração de Nolvy e Vera Lucia Perboni Zanotto, que idealizaram e construíram a casa que hoje em dia, na realidade é tocada mais pelos filhos Karin Zanotto Pozzer, Kelen Zanotto e Lucas Zanotto. O pai, Nolvy, é quem traz a experiência de 37 anos no ramo. Só que no inicio, trabalhava durante o dia no Banrisul, pois a galeteria não rendia para o sustento total. A noite, ele trabalhava com o restaurante. Seu pai era o sócio, seu Olimpio Zanotto, que tinha outros oito filhos, que trabalhavam com vinho, mas que acabaram se dedicando ao ramo da gastronomia, e fazendo do galeto um sucesso. Prova está que tem Zanotto servindo galeto também fora daqui, no Paraná e no Mato Grosso.
Há quem diga que Antônio Prado é o berço, a raiz da culinária italiana em nossa região. Os e As Zanotto’s do Brasile confirmam essa tese e, foram em busca de aprimorar a mesa. Assim, o verde e vermelho da Itália traz a marca dessa gastronomia maravilhosa com o toque especial da Família.
O Brasile é moderno. O prédio próprio foi construído especialmente para sediar o restaurante. São três andares de estacionamento, uma cozinha moderníssima e um salão amplo, aconchegante, super bem montado, com atendimento especializado, com capacidade para 170 pessoas confortavelmente instaladas e wireless.
O Cardápio
Ao meio dia e a noite, uma mesa farta: sopa de agnolini, galeto, filé suíno, massa, polenta e saladas é o especial do almoço. A noite, tudo isso e mais o rodízio de massas, uma inovação da casa, assim como o filé suíno. E esse rodízio é excelente: espaguete al pesto, ao alho e óleo, na manteiga, ao molho branco com brócolis e bacon, ao molho vermelho, Macarão 4 queijos e Tortéi ao molho de frango.
As novidades inseridas no tradicional cardápio das galeterias visa oferecer mais para os clientes, novas opções e uma maior variedade.
Ah, sim, tem ainda a sobremesa – sagu com creme, ambrosia e musse de maracujá. E fechando essa dura batalha da guerra contra a fome, um cafezinho com um chocolate vai bem, obrigado.
Efetivamente um cardápio para ninguém botar defeito. E tem também a Tele-entrega. E principalmente aos domingos, tem a “vianda” que o pessoal faz questão de passar lá e pegar. E enquanto espera, degusta uma polentinha frita com queijo especial e de aperitivo o tradicional limão-doce com Underberg.
De mercado
E para quem pensa que os “assessórios” oferecidos no cardápio da Brasile aumentaram seu preço, nada disso. É o de mercado, acessível por aquilo que oferece. São 32 pessoas trabalhando diretamente no funcionamento da casa, pois todos lá querem oferecer, além da comida gostosa, um ambiente saudável, seguro e aconchegante. E isso tem acontecido, pois não só os caxienses gostam, os de fora e principalmente alguns estrangeiros que já frequentaram o local, saíram maravilhados, se queixando de que ...”comeram demais”.
O Galeto Brasile foi inaugurado em 28 de agosto de 2008 e Nolvy e Vera Lucia estão satisfeitos, pois acompanham os filhos a levar adiante, com sucesso, uma velha tradição vinda lá de Ipê, que se consagrou mesmo por aqui, pelo Estado, pelo País e também por alguns paí­ses afora.
 
VEDETE DA CASA
Sem dúvida alguma a vedete da casa é o galeto, completo, com a tradicional sopa de agnolini, massa, polenta frita (com e sem queijo), o radicci com bacon e a salada de maionese. Aos domingos acrescenta a maionese de frango, também um prato especial, muito típico de nossa região.
PARA CONFERIR
Localizado na rua Os 18 do Forte, 500 
/ Bairro Lourdes
Fone: (54) 3536 3037
(aceita todos cartões e reservas)
Tele-entrega de segunda a sábado a noite.
restaurantegaletobrasile@yahoo.com.br
Horário de Funcionamento:
Ao meio dia: de segunda a domingo, das 11h15min às 14h30min
Jantar: de segunda a sábado, das 18h30min às 22h30min

Comentários